KIDDO e câmeras de circuito interno (CFTV)

KIDDO e câmeras de circuito interno (CFTV)

Desde a concepção do KIDDO, mantivemos contato com várias escolas para conhecer melhor as demandas das escolas e dos responsáveis. Juntamos a isso toda nossa experiência em sistemas de segurança eletrônica e monitoramento de alarmes e abrimos um interessante debate se deveríamos integrar os sistemas de câmeras das escolas ao KiddoApp para acesso dos responsáveis.

Sabíamos desde o início que nunca chegaríamos a uma solução unânime pois existem vários pontos de vista sobre o assunto com vantagens e desvantagens para todas as soluções possíveis.

Se falarmos estritamente em termos técnicos, a dificuldade dessa integração é muito baixa, ou seja, algo fácil de ser implementado. Resolvida a parte técnica, focamos o lado da segurança da informação para decidir que caminho tomar.

Acreditamos que não devemos expor as crianças mais do que o necessário e permitir o acesso aos responsáveis às câmeras internas da escola seria ultrapassar o limite da exposição em muitas vezes, afinal não conhecemos as outras pessoas que terão acesso a essas imagens assim como não conhecemos nem nossos vizinhos hoje em dia.

Optamos por não fazer integração nenhuma entre o KiddoApp e os circuitos de câmeras internas. Fora o lado da exposição desnecessária, existe o lado humano de colocar as crianças e os profissionais da escola em um “Big Brother” diário, o que na nossa visão, só prejudica o bem-estar de todos.

Acreditamos que todas as escolas devam ter circuitos de câmeras com gravação contínua de todos os seus ambientes e, no caso de dúvidas sobre o comportamento das pessoas no ambiente escolar, as imagens serem disponibilizadas aos responsáveis, quer via medida judicial ou mesmo extra-judicial. Mas isso é MUITO diferente de colocar uma transmissão ao vivo.

Pensando na segurança da gravação das imagens, temos em nosso planejamento o lançamento de ferramentas para gravação em nuvem das imagens que as escolas poderão contratar para ter a segurança de terem as imagens gravadas fora da escola (casos de incêndios, roubos, queima de equipamentos de gravação…) e com fácil acesso online para recuperação de imagens com opção de gravação de 1 a 30 dias. Esse serviço deverá estar disponível para contratação ainda no primeiro semestre de 2018.

Abraços,
Eng. Fernando Segalla
Diretor de Tecnologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *